Power Save Card Funciona? – Minha Experiência com o Produto

Power Save Card Funciona? – Minha Experiência com o Produto
2.8 (55%) 12 votos
Power Save Card funciona de fato? Essa pergunta muita gente faz, por isso, eu resolvi fazer este artigo para falar tudo o que eu sei a respeito desse produto.

Na verdade, eu ia demorar um pouco mais para fazer este artigo, porém, eu comecei a receber muitos e-mails de pessoas querendo saber mais sobre o produto.

Realmente foram muitas mensagens, então, eu tive que dar uma pausa nas outras coisas para fazer esse conteúdo.

Eu usei o produto e achei ele ótimo, inclusive vou compartilhar um pouco dos meus resultados com ele aqui, mas vou deixar isso para frente.

E já que você está aqui lendo essa exata linha de texto, tenho certeza de que deseja dar uma economizada nas contas de luz.

As contas estão vindo um pouco salgadas, né não?

Nosso lindo país tem uma das mais caras tarifas tributárias sobre energia elétrica.

E isso acaba prejudicando muito nosso orçamento ao longo do ano.

Mas é como eu pai diz: “A gente só não dá jeito na morte”.

Já para o resto, sempre pode haver uma solução. E para resolver os problemas de contas de energia muito caras, tem o Power Save Card.

Este artigo está bastante informativo, então, aproveite cada detalhe, aposto que você vai gostar bastante.

Power Save Card – O que é?

Para recebermos energia em casa, utilizamos uma caixa de luz — conhecido como ‘padrão’ em alguns lugares.

E nossa casa é abastecida com a energia que é repassada e medida pela caixa de luz.

O problema é que esse equipamento não consegue repassar toda a energia e o que acontece: parte da energia é perdida.

E como nós sabemos, a energia não é nada barata.

O Power Save Card funciona como um neutralizador dessa evasão desnecessária de energia elétrica.

Isso é algo muito comum, porém, as pessoas ainda têm pouco conhecimento sobre esse problema.

Você gosta de pagar algo que não usa?

Mas você está pagando, e faz tempo.

Outros Problemas

Mas não é só a evasão desnecessária de energia que é o problema.

Ainda tem outro problema: íons positivos.

Vou detalhar melhor.

A energia que chega em nossas casas nem sempre são constantes, afinal, a eletricidade é algo volátil — é inconstante, algo que vareia dependendo de determinadas circunstâncias — e às vezes quando isso acontece grande parte da carga de energia que chega em nossa residência vem de maneira muito carregada de íons positivos.

E adivinha só? Esses íons com carga positiva fazem a medição da energia ser maior do que realmente é, ou seja, você está pagando mais caro por algo que não usa.

O governo pode solucionar isso?

Sim, poderia, mas imagina só: ter que fazer a fiscalização de cada casa do país e analisar se esse problema realmente está acontecendo e fazer ou informar para reparar o problema.

Isso custa dinheiro. Mas esse problema para os cidadãos, é solução para o governo que arrecada imposto.

O governo pode, mas vai fazer alguma coisa?

Faz as contas.

Não é força de expressão, pega suas contas de luz e faz as contas aí.

Eu economizei bastante

Quando eu comecei a reparar nesses problemas, meus olhos se abriram e nunca mais se fecharam.

Eu brinco que estou meio paranoica, eu chego na casa de alguém e começo a ‘evangelizar’ sobre as fraudes e tarifas na rede elétrica, etc.

E eu também comecei a pesquisar sobre como resolver esses problemas e acabei conhecendo o Power Save Card.

Vi alguns depoimentos e não perdi tempo, afinal, o cartão era um ‘cafezinho’ perto do que eu estava pagando em um ano de energia que nem usava.

E é bem fácil, o cartão não precisa ser ligado ou conectado a nada.

Você só precisa por ele dentro de algum lugar dentro da caixa de luz.

É muito versátil.

Eu deixei para usar no primeiro dia em que começava a contar o consumo novamente.

Minhas contas vinham mais ou menos uns R$150,00 todo mês.

Depois que me dispus a comprar o Power Save Card isso baixou para R$ 104,36 no primeiro mês.

E já chegou a vir R$ 87,00.

Eu já estou começando a fazer algumas outras mudanças em casa para reduzir a ainda mais a energia.

Como eu sei que muita gente está interessada em fazer o pedido do cartão.

Eu entrei em contato com a empresa, falei do meu blog e adivinha só?

Consegui um link promocional e exclusivo para vocês. Basta clicar no link abaixo e garantir o seu pelo menor preço.

Caso tiver mais de uma caixa de luz, recomendo comprar mais de um cartão, ok?

Quem Já Usou?

Confira alguns depoimentos de pessoas que já usaram Power Save Card:

Como Instalar?

É muito simples. Basta colocar o cartão em algum lugar que fique firme dentro da caixa de luz.

Pode ser entre os fios, ou escorado. Você quem sabe. Não tem nenhuma dificuldade.

“Posso Levar Multa se Eu Usar?”

Não. Você não corre risco de tomar multa, pois, esse cartão não é um gato ou ‘jogo diabólico de fios’ que a gente vê por aí.

É um dispositivo feito de nanotecnologia que acaba com a evasão desnecessária de energia.

“O Power Save Card Pode Danificar Minha Caixa de Luz?”

De maneira alguma. O produto é totalmente seguro e não vai causar nenhum problema, pode ficar tranquilo(a).

Power Save Card: Reclame Aqui

Antes de fazer pedido de qualquer coisa, eu sempre verifico o que é falo do produto ou serviço no Reclame Aqui.

Assim eu me sinto mais segura ao comprar.

Por isso, eu fui ver a reputação do Power Save Card no Reclame Aqui e vi que não havia nenhuma reclamação.

Deixou ainda mais claro para mim que o produto era 100% confiável.

Onde Comprar Power Save Card com Desconto?

Quero agradecer por ter chegado até o final deste artigo, se ainda tiver dúvidas, é só comentar.

E para você que já sabe que o Power Save Card funciona, vou deixar o link promocional do produto aqui novamente:

Aproveite, afinal, não são todas as pessoas que vã obter acessa a esse desconto promocional exclusivo.

Desejo que assim como eu, você possa economizar muito com energia elétrica e pagar só aquilo que usa.

Hipercoll Funciona Mesmo? – Melhorando a Saúde do Coração
Xtrasize Funciona Mesmo? – Meu Marido Testou – [Veja Tudo]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published / Required fields are marked *